domingo, 28 de dezembro de 2008

Raymond Carver

Domingo à noite



Usa as coisas que te rodeiam.
Esta chuva branda
Do lado de fora da janela, por exemplo.
Este cigarro entre os meus dedos,
Estes pés no sofá.
O som débil do rock-and-roll,
O Ferrari vermelho na minha cabeça.
A mulher aos encontrões
Bêbeda pela cozinha...
Recolhe tudo isso,
Usa-o.



(versão minha a partir do original e da tradução para espanhol de Jaime Priede, reproduzidos em Todos Nosotros, Bartleby Editores, Madrid, 4ª edição, 2007, p. 223).

Sem comentários: