sábado, 27 de junho de 2009

Nina Cassian

Nós dois



Meu Deus, que sonho tive:
nós dois, mais apaixonados do que nunca,
a fazer amor como se fôssemos o primeiro casal na terra...
- e parecíamos tão belos, nus e selvagens,
nós dois, mortos.



(versão minha a partir da tradução do romeno para o inglês da responsabilidade da autora, reproduzida em The poetry of survival, organização e prefácio de Daniel Weissbort, Peguin, 2ª edição (?), Londres, 1993, p. 107).

3 comentários:

Cristina Gomes da Silva disse...

Que arrepio! :)

Lp disse...

É só um sonho... (ou não?)

Cristina Gomes da Silva disse...

Sim, claro, mas arrepia na mesma :)