sexta-feira, 16 de abril de 2010

John Giorno

Um maquinista desempregado



Um maquinista
desempregado
Um maquinista desempregado
que chegou
aqui
que chegou aqui
vindo da Geórgia
vindo da Geórgia há 10 dias
há 10 dias
e não conseguiu arranjar
trabalho
e não conseguiu arranjar trabalho
dirigiu-se
ontem
a uma esquadra de polícia
dirigiu-se ontem a uma esquadra de polícia
e
disse
e disse:

"Estou cansado
de ter medo
Estou cansado de ter medo."



(Versão minha; original reprooduzido aqui).

5 comentários:

Cristina Gomes da Silva disse...

ou o título me sugestionou, ou li isto numa cadência pouca-terra-pouca-terra. Lindo! :)

Lp disse...

Parece-me muito bem visto...

fallorca disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
fallorca disse...

A senhora acima é a «responsável» pela adesão ao seu trapézio, por ser sem rede, embora o desconhecesse como «criatura»
(auto-eliminei-me, levava uma gralha do tamanho da ilha do Pesseigueiro; isto hoje está uma desgraça...)

Lp disse...

Vão-se as gralhas, fique o que importa. Belos cheiros têm os livros...