quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Pentti Saarikoski

O menino estava a brincar...


O menino estava a brincar na neve
Passei por ali com uma lâmina de gelo
na mão
escrevendo poemas no ar
O que estás a fazer? perguntou-me o menino
que brincava na neve
Escrevo poemas no ar
não vês?
Sim, vejo
mas isso vai gelar-te a mão
disse-me o menino que estava a brincar na neve



(versão minha a partir da tradução espanhola de Fernando J. Uriz, reproduzida em Afinidades afectivas - antologia de la poesia nórdica, prólogo, selecção e tradução de Francisco J. Uriz, Libros del Innombrable, Saragoça, 2002, p. 91).

3 comentários:

CristinaGS disse...

:) o menino sabia que os poemas escritos sem lastro podem gelar as mãos?

Lp disse...

eles sabem sempre mais do que aquilo que lhes ensinam...

CristinaGS disse...

devíamos (re)aprender com eles...mas, se calhar, já temos as mãos muito geladas