quarta-feira, 3 de março de 2010

Nizar Qabbani

Quando encontrares um homem



Quando encontrares um homem
Que transforme
Cada partícula tua
Em poesia,
Que faça de cada um dos teus cabelos
Um poema,
Quando encontrares um homem
Capaz,
Como eu,
De te lavar e adornar
Com poesia,
Hei-de implorar-te
Que o sigas sem hesitação
Pois o que importa
Não é que sejas minha ou dele
Mas sim da poesia.



(Versão minha a partir da tradução inglesa de Bassam K. Frangieh e Clementina R. Brown, reproduzida em Arabian Love Poems, A three Continents Book, Lynne Rienner Publishers, Londres, 1998, p. 135).

3 comentários:

Ana Tecedeiro disse...

maravilhoso

Luiza M. Nogueira disse...

Simplesmente maravilhoso poema que exprime o que importa verdadeiramente na vida! Feliz por ter lido isso. :) bj.

CCF disse...

Sendo mulher, faria o mesmo por um homem :)
~CC~