segunda-feira, 1 de março de 2010

Nizar Qabbani

Eu conquisto o universo com palavras



Eu conquisto o universo com palavras.
Desonro a língua materna,
A sintaxe, a gramática,
Os verbos e os nomes,
Violo a virgindade das coisas
E crio uma língua nova
Que esconde o segredo do fogo
E o segredo da água.
Ilumino a nova era
E detenho o tempo nos teus olhos,
Apagando a linha que separa
Este instante da passagem dos anos.



(Versão minha a partir da tradução inglesa de Bassam K. Frangieh e Clementina R. Brown, reproduzida em Arabian Love Poems, A Three Continents Book, Lynne Rienner Publishers, Londres, 1998, p. 223).

4 comentários:

CCF disse...

Ele sabe o que faz :)
~CC~

Lp disse...

Parece que sim...

fdots disse...

muito interessante o poema e o blog como um todo. posso deixar uma dica? adicione a opção de "seguidores" para o blog, assim as pessoas que curtem os poemas vão poder lê-los assim que "saírem do forno". eu com certeza leria.

Lp disse...

Obrigado pela sugestão. Pode ser que um dia aconteça...