quinta-feira, 14 de abril de 2011

Ricardo Castro Ferreira

Comunicação de ausência



























(Acrílico sobre papel, 2011)

3 comentários:

Dr.Stanley disse...

Alô!Meu bem!
Olha, gostei muito(mesmo/mesmo)desse teu orbe de magnificências...

Quando der, dê lá seus pulinhos por este onde me incluo, quase me claustruo:
carladiacov.blogspot.com (Carla é a patroa má!)

Ricardo disse...

São criaturas que eu afogo pelos lados do lugar do morto, enquanto não enxergo um palmo em relação ao essencial que vai sendo a foribunda devastação dos dias. Dá um medo tremendo e espanto também, que eu transmudo numa harmonia qualquer.
Obrigado por as ir vendo a afogar pelo blog abaixo. Um pouco como quem puxa o autoclismo de uma retrete. Duchampiana ou não.
E agora vou jogar um pouco à macaca lá para os lados dos vossos ovos.
Até já.

Ricardo Castro Ferreira

Carla Diacov disse...

tenho passado horas incríveis aqui (e sem rede!)!

seguindo, linkando, fungando alturas e funduras, perdendo o equilíbrio da língua!
Beijos!